sábado, 31 de janeiro de 2009

Professores x Alunos 1 - A relação

Olá povo!

Em homenagem a uma conversa que tive sobre o reprise da novela da tarde- Mulheres Apaixonadas - (sim, é deprimente, mas eu gostava de ver o Tom Hanks brincando de psicopata com o bonequinho de esqui - era o que salvava) e ao comentário que havia lido no post sobre técnica de aula, gostaria de conversar com vocês sobre algo muito importante neste pequeno porém complexo "mundo": A relação professor - aluno.
Não posso dizer que todos os professores têm relação de proximidade com alunos pois isto é uma inverdade. Para vocês terem noção do que estou falando, em algumas sociedades o simples fato do aluno encarar o professor representa uma afronta e é considerado como uma forma de desrespeito grave ao professor! Seria bem difícil uma relação de amizade com alguém que mal se pode olhar nos olhos, certo?
De uma forma mais leviana, alguns professores realmente acreditam que não é necessário conhecer seus alunos para dar uma boa aula. A função deles seria assistir a explicação e a dele apenas explicar.
Parece robótico mas acredito que vocês já devem ter tido aula com este tipo de professor. E provavelmente o comentário da turma era: "Será que este sujeito é virgem? Será que caparam ele? Será que é um andróide?" E por aí vai...
No segundo caso, o professor "profissional" é aquele que utiliza seu carisma para conhecer seus alunos com a visão de melhorar a ténica em sala de aula, mas não se aproxima demais deles, por considerar anti-ético ou simplesmente por falta de vontade. Normalmente este é o professor bom, porém esquecido.
Em um terceiro caso, o professor "cara legal" é o que cria perfil de orkut, conversa com os alunos no msn, sempre está de papo com alunos e ex-alunos e está no limiar do trabalho profissional, já que este contato significa maior exposição negativa (o que ocorre com menor frequência nos outros dois casos), ou seja, se ele errar, será um problemão.
no entanto esta super exposição podetorná-lo o que chamamos de "professor showman".
O Showman é o tipo de professor favorito pelos principais cursinhos e é razoavelmente desejado pelos colégios mais "tradicionais" (estes preferem os "professores clássicos"). Normalmente é o que possui melhor "desenvoltura teatral" durante suas aulas, o que pode fazer dele um grande babaca que faz muita macaquice e não explica a funcionalidade de nada (vide o "garoto do Energil C")  ou fazer com que ele seja o professor irreverente dotado de técnicas de ensino que desbancam a concorrência. 
Professores destes gênero são normalmente nômades altamente explorados (coisa de 12 tempos diários, inclusive sábados). Apesar do grande status são igualmente descartáveis, ou seja, se aparece um "garoto bom", ele é altamente ameaçado, assim como em qualquer emprego instável. 
Para fechar este resumo comportamental, existe o mané galinha. O professor que já deu aqueles pegas nas alunas dos colégios e tem sua coleção particular de "aluninhas preferidas". Ele poderia ser equiparado a um camaleão, pois pode adotar o comportamento dos demais tipos de professores Existem basicamente três tipos de professores-pegadores:
O mané galinha "tipo 1" é o cara durão, sério e comprenetrado que normalmente é visto na pele de um "garotão de meia idade fumante ou gordo". Logicamente, sua armadura profissional o torna mais invulnerável a intrigas do gênero, por mais que elas sejam descobertas. Porém, quando não há saída e alguma merda acontece, este professor pode se tornar uma epécie de "ebola" do colégio/curso, afinal de contas, se o professor durão é chamegado com as alunas, quem não o é?

Ahhh, um pequeno adendo:
Se algum pai ou mãe de aluno ler este blog, em vários casos, os professores "cedem" ou simplesmente gostam de verdade da(o) aluna(o). No entanto existem (e SE existem) os mal intencionados, que vão pra fazer tudo, independente da série, então aqui vai o meu conselho:

"Escola é o SEGUNDO lar. Então não façam que seus filhos tenham a rua como primeiro lar. Façam por onde e conversem muito com seus filhos sobre professores e membros de QUALQUER instituição. Mas não levem nada na ponta da faca! Honrem o fato de vocês serem o PRIMEIRO LAR!"

Voltando...

O mané galinha "tipo 2" é o que normalmente mostra um certo compromisso pela sua relação. Os alunos sabem, porém como este professor representa normalmente um enigma, os alunos o tratarão com respeito (até ele deslizar).
O mané galinha "tipo 3" é bastante curioso. Ele pode usar sua popularidade para conseguir quem e quantas quiser ou ser o showman que, por mais exposto que seja, consegue sua descrição na relação e sai bem na fita como: "casal bonitinho modelo" (e olha que isso é raro hein).

É claro que o que estou escrevendo aqui é uma versão simples, porém real dos fatos. Sim, já tive relação sentimental com UMA aluna apenas, ela é minha namorada desde que começamos e espero continuar com ela por muito tempo.
Se já recebi cantada? Acreditem. SIM! MUITAS! Até de alunos gays! Mas isto eu deixo para o próximo post.

4 comentários:

Stefani Ψ disse...

Nossa.. identifiquei muito meus professores, a princípio, do ensino médio. Parecia que você estava falando exatamente deles com o tipo mais clássico e o "showman". Depois que parei pra pensar na faculdade, notei muitos dos três tipos. Vários deles com seus "alunos favoritos", aquelesem que apostam mais, que serão seus monitores ao final da disciplina e seguirão como estagiários no decorrer do curso.

Uma boa seria você falar dos tipos de alunos também: aqueles que dormem, ou fazem unha e sobrancelha durante a aula se dividem em dois grupos: os que não vão às aulas porque os pais querem que tenham um diploma e os que sabem tudo o que se passa nas aulas e se atualizam nas literatiras básicas e complementares. É meu tipo favorito! rsrs. E têm também os que estudam para ser melhores que os outros na sala, os que fingem que estudam para "puxarem-saco" dos professores, os que realmente se interessam, etc, etc..

Abraço,

tiago disse...

cantada de aluno gay??

eh vc ta subindo de nivel antigamente naum tinha nem isso...


mto bom esse post parabens espero o proximo pra tirar a limpo essa historia de cantada de aluno gay


abraco cara

Suzana Gonçalves disse...

Professor, vc pode me explicar sobre a economia dos EUA e sobre como ela influencia na economia do Brasil. Obrigada!

Dihoza disse...

Vc é o irmão do Gustavo?
OO
em todo caso...
adorei o seu texto..relamente adorei.
é uma das coisas que mais me questionava e mais analisava quando era apenas uma aluna a mais no meu antigo colégio..e hoje analiso com mais afinco na minha faculdade
Passando por alguns blogs,vi o seu e o título me intrigou..
gostei do título,e como quase sempre acontece,gostei do texto..
e muito
tanto que vou até levar para a facul e analisar com meus colegas..
tenho a sua permissão?
=* Sir